O que representa o fígado?

O que representa o fígado?

Conceição Trucom *

Na saúde e harmonia: livre fluxo da energia total e
do equilíbrio emocional.

Na densidade e desequilíbrio: cristaliza a raiva, o ódio e as emoções primitivas. Não consegue praticar o bom humor e o perdão.  

Sem dúvida, o sistema hepático (fígado-vesícula) é por demais importante, motivo pelo qual o fígado é o maior órgão do corpo humano. O fígado é um órgão complexo e surpreendente. De todas as células do corpo humano, são as hepáticas as que possuem o maior número de mitocôndrias (os pulmões das células). 

Em grande escala, a saúde e a vitalidade de um indivíduo são determinadas pela saúde e tonicidade deste órgão, que é o responsável inicial pela desintoxicação de todo o corpo humano. Porém ele acumula funções: vascular, secretória e metabólica.

Em suas funções vasculares se inclui o fato de ser um importante reservatório de sangue que filtra mais de 1 litro de sangue/minuto, removendo bactérias, endotoxinas, complexos antígeno-anticorpo e várias outras partículas da circulação.

Na função secretória, ele sintetiza cerca de 1 litro de bile/dia, que absorve e solubiliza as substâncias gordurosas, entre elas as vitaminas, além de efetivamente ajudar na excreção de muitas substâncias tóxicas e excessos, entre eles os hormônios. O fígado é uma "usina de purificação" das toxinas alimentares.

As funções metabólicas do fígado são inúmeras porque ele está totalmente envolvido na digestão dos carboidratos, proteínas e gorduras, que irão gerar toda a matéria-prima de construção e manutenção do corpo humano.

A moderação é condição fundamental para o funcionamento saudável do fígado. É no respeito ao fígado que começa o bom senso, o estar de bem com a vida (que te quero Viva). Os excessos são proibitivos, principalmente se praticados habitualmente. No plano físico bons exemplos de excesso são ingestão demasiada de: gorduras/frituras, alimentos muito processados/industrializados, açúcar (sacarose), álcool e drogas.

Existem 3 formas naturais de cuidar (ser cúmplice) do bom funcionamento do fígado: bom humor, alimentação desintoxicante e desenvolver a inteligência afetiva. Estas 3 conquistas diárias irão desencadear numa chegada: o equilíbrio emocional, a capacidade de compreender e perdoar a si mesmo e aos outros.

O fígado é a principal víscera produtora da energia da agressividade, a qual é matéria-prima das nossas conquistas. É importante não confundir agressividade (ir à luta) com violência, que só acontece quando estamos intoxicados, desequilibrados e desidentificados da afetividade, da capacidade de enxergar a vida por uma ótica de desenvolvimento e crescimento.

O ato de eliminar o que não serve mais nas relações ou situações da vida, corresponde ao processo de desintoxicação que o fígado realiza fisicamente no sangue e metafisicamente no coração.

Encarar serenamente um desafio, sem ilusões (falsas expectativas), torna a vida mais digerível, agradável, gostosa. Esse comportamento facilita a decomposição dos alimentos, inclusive os mais pesados como as gorduras e vitaminas oleosas.

Pensamentos e atitudes destrutivos (indigestos, desagradáveis) tornam os desafios ainda maiores, dificultando todas as funções do fígado.

A boa notícia: o fígado possui uma grande capacidade de regeneração, qualidade intensificada nas pessoas mais flexíveis às mudanças, com facilidade de se refazerem a partir de situações difíceis e naquelas que buscam compreender e perdoar. Além disso, naquelas que praticam o bom humor, as brincadeiras, as risadas, o lazer e uma atividade física prazerosa e diária.

Metafisicamente, os distúrbios do fígado são provenientes do hábito de se queixar com amargura e rabugice apenas para se iludir e resistir às mudanças. O excesso de colesterol e triglicérides interpreto como pensamentos e atitudes escorregadias, embaçadas. Os pensamentos agoniados, plenos de raiva e ódio são formas garantidas de adoecer gravemente o fígado. O mau humor, que é um distúrbio da afetividade, tem sua morada num fígado intoxicado e doente.

As afirmações adequadas para iniciar o processo de cura de um fígado doente, segundo Louise L Hay, no seu livro Cure seu Corpo (editora Best Seller) são: Liberto o passado e avanço para o futuro. Adapto-me com doçura ao fluxo da vida. Faço as pazes com o meu passado.

Minha mãe, uma pessoa agradável e "gostosa", que está sempre fazendo todo mundo rir, me impressiona (sempre) com a sua capacidade de perdoar. Foi ela quem me ensinou, na prática, o significado da expressão: ri tanto que desopilei o fígado. Que belo ensinamento esta frase contém. Desopilar é o mesmo que desintoxicar. Podemos fazer isso facilmente e de graça. Sem pagar matrícula, pegar trânsito ou depender de nada: simplesmente praticando o RIR.

Leia também: Os 5 Sistemas Excretores, os 5 Sentidos e os 5 Sabores

Limão - Um aliado do fígado e da visão

Sucos de Luz do Sol


 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 

 

 


* Conceição Trucom
 é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida.

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 15 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine