Do site naoacredito.com.br

Em 2001, Yamile Jackson estava animada esperando a chegada de seu primeiro filho. A princípio, sua gravidez estava correndo bem, mas no sexto mês, Yamile desenvolveu um caso sério de pré-eclâmpsia (uma condição perigosa que causa pressão alta, entre outras coisas).

Para salvar mãe e filho, foi decidido que Yamile deveria dar à luz imediatamente e, doze semanas antes da hora, o pequeno Zachary veio ao mundo. O bebê prematuro mal pesava 1 kg e teve que passar seus primeiros 155 dias na UTI.

Yamile ficou todos os dias ao lado dele, mas era forçada a deixar o hospital à noite. Cada “até logo” partia o coração dela. Ela detestava deixar seu filho para trás na fria e estéril unidade intensiva.

Ela realmente só queria manter seu bebê em seus braços dia e noite pois ela sentia que ele precisava se sentir amado o tempo todo. Então Yamile pensou em como poderia “estar lá” mesmo depois de ter ido para casa. Uma noite, enquanto lavava a louça, a luva de borracha chamou a atenção dela. Yamile imediatamente teve uma ideia louca que ela tinha que tentar.

Ela encheu uma luva de pano com sementes de linhaça e levou para o hospital no dia seguinte. Ela manteve a luva colada em seu corpo o dia inteiro enquanto ficou sentada ao lado de Zachary. Quando chegou a hora de ir embora, ela colocou a luva, que agora estava coberta com o seu cheiro, ao lado do bebê, para que ele pudesse sentir que ela estava ao seu lado a noite toda.

No dia seguinte ela ficou surpresa quando as enfermeiras disseram quão bem o truque da luva tinha funcionado. Os batimentos cardíacos e a respiração de Zachary ficaram mais estáveis do que nas noites anteriores, e ele pôde dormir muito mais profundamente. Daquele dia em diante, Zachary passou todas as noites ao lado de “Zaky”, o nome que Yamile deu para a luva. Quando chegou a hora de mãe e filho finalmente irem para casa juntos, uma enfermeira a chamou em um canto e deu a ela uma última surpresa: o hospital queria saber se ela tinha mais de suas luvas! Eles queriam testar este método com outros bebês da UTI. Então Yamile deu início ao trabalho: ela fez mais de 100 modelos de “Zaky” para o hospital usando uma variedade de materiais e tecidos.

Pais e funcionários do hospital ficaram impressionados e, de repente, houve um aumento de demanda por “Zackys”. "Estas luvas parecem acalmar todos os bebês". Então Yamile ficou abismada com o número de pedidos que recebia. Na verdade, a luva virou um sucesso tão grande que ela decidiu fundar a sua própria empresa: Nurtured by Design. Agora, mais e mais bebês podem se beneficiar com os efeitos calmantes destas luvas.

Estudos mostraram que bebês que dormem perto do aroma calmante dos pais e que têm a sensação de uma mão reconfortante por perto são notavelmente mais calmos, inalam mais oxigênio e sofrem de menos complicações.

Uau, que maravilhoso que uma mãe tenha mudado tanto a vida de tantos pais e recém-nascidos – e pensar que tudo começou enquanto ela estava lavando louça! Zachary desde então cresceu e se tornou um adolescente saudável e está muito orgulhoso de sua criativa mãe."

SANTA LINHAÇA... Que acumula aromas, calores, sentires que entram por nossas PELES!

Saiba mais em Almofada de Linhaça com ervas


Assine o Doce Limão

1
mês
Assinatura mensal
R$ 20,00 /mês
Cobrança automática no cartão
Assinar
6
meses
Assinatura semestral
R$ 120,00
R$ 110,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar
12
meses
Assinatura anual
R$ 240,00
R$ 200,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar

 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 


* Conceição Trucom
 é química, pesquisadora, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Possui 10 livros publicados, entre eles O Poder de Cura do Limão (Editora Alaúde), com meio milhão de cópias vendidas, Mente e Cérebro Poderosos (Pensamento-Cultrix) e Alimentação Desintoxicante (Editora Alaúde).

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br