Perguntas sobre a Linhaça II

Perguntas sobre a Linhaça II

Conceição Trucom *

Existe uma comercialização crescente de linhaça em pó e até uma divulgação pela internet sobre os benefícios da FARINHA DA LINHAÇA. As pessoas me escrevem desorientadas pois, em geral, acessaram informações de que a linhaça deve ser consumida inteira, outras fontes afirmam que precisa ser previamente torrada, e outras que a melhor forma de consumi-la é triturada.

E ainda: que a melhor linhaça é a dourada, porque os comerciantes, no desejo de ganhar mais dinheiro, desqualificam, sem conhecimentos, a econômica (porque barata e nacional) linhaça marrom.

Qual informação seguir?

A linhaça é a semente do linho, uma planta cuja função original é a produção textil. Como todas as sementes, ela contém substâncias de proteção contra ataque de fungos, carunchos e bactérias, de tal forma a preservar o seu destino: germinar e virar uma planta, ou seja, perpetuar sua espécie. Estas substâncias são tóxicas (para os bichinhos e para nós humanos) e são chamadas de antinutricionais ou alergenos. Principalmente se o seu consumo for exagerado.

Primeira resposta: o consumo diário seguro da semente de linhaça é de 2 colheres de sopa (adultos) e 1 colher de sobremesa (crianças até 12 anos). Lembrando que para todas as sementes oleaginosas (girassol, gergelim, castanha-do-Pará, castanha de caju, semente de abóbora etc.) é indicada uma medida moderada para consumo diário e seguro, mesmo após previamente hidratadas e germinadas. Moderação sabe?

Mas, as sementes são alimentos riquíssimos em nutrientes essenciais como sais minerais, vitaminas, enzimas, proteínas vegetais, gorduras nutricionais e fibras. Elas são consideradas alimentos biogênicos, ou seja, que geram vida, pois contêm, naquele seu pequeno espaço, todas as informações genéticas e nutricionais para gerarem um novo ser, uma nova planta.

Elas são tão fortes que não precisamos, como exposto acima, ingerir muito:
não é uma questão de quantidade, mas qualitativa.

Segunda resposta: para evitar os antinutricionais ou alergenos das sementes, basta deixá-las que hidratem (para liberar seus antinutricionais) e germinem. Porque durante a germinação, a semente entende que chegou a hora de se transformar:

semente -> hidratada > germinada -> planta

Neste momento da hidratação e germinação, todas aquelas substâncias que cumpriam a função de defesa e preservação da integridade da semente se transformam em agentes de propulsão e crescimento. O germinado costuma conter doses elevadas de enzimas, vitaminas e substâncias vitalizantes, ativadoras de vida.

Por este motivo, sempre que se for consumir sementes, elas devem estar cruas e previamente hidratadas e germinadas: 8 horas de molho em água filtrada para hidratar + 8 horas na mesma água para germinar. Desta forma, o aproveitamento de todo o material biológico e energético deste tipo de alimento será maximizado.

Mas, se qualquer semente ou alimento for cozido no fogo acima de 42 graus Celsius por 5 minutos ou mais, todas as enzimas, vitaminas termodegradáveis e as informações genéticas de propulsão da vida serão destruídas. Restam somente alguns nutrientes, incluso alguns dos antinutricionais, aqueles que resistem ao calor...

Desta forma, pelo cozimento, a qualidade biogênica (capacidade de desenvolver vida) foi degradada irreversivelmente, foi evaporada.

Um teste: experimente germinar uma semente após seu cozimento, fritura ou torra...

Os que desejam te vender a linhaça dourada por 5-10 vezes mais que a linhaça marrom informam: a linhaça marrom tem glúten, tem cádmio, tem metais pesados. Pura irresponsabilidade!!!

A semente de Linhaça, qualquer que seja a variedade:

1) Não contém glúten e 2) De todas as amostras de linhaça marrom até agora por mim testadas nenhuma apresentou metais pesados em dosagem que afetem o consumo humano. Saiba mais no meu livro O poder de cura da Linhaça - capítulo sobre segurança alimentar...

Terceira resposta: quando o consumo for com propósito terapêutico e curativo as sementes devem ser consumidas cruas e pré-germinadas (hidratadas ou 'acordadas'). Como diz a professora Selene do Rio de Janeiro "dormidas" na água.

Toda semente é rica em proteínas e gorduras nutricionais. Aliás, sê-mente, nos lembra que esta composição é muito semelhante a das células cerebrais: as lipo-proteínas. E, esta fração gordurosa das sê-mentes, em geral, é poliinsaturada, como a famosa família dos ômega-3. Ácido graxo poliinsaturado significa, entre outras questões do mundo da química, que é FACILMENTE OXIDADO (estragado, rançado, envelhecido, intragável, causador de quadros alérgicos, enxaquecas, vômitos, além dos famosos problemas de "tubulação": os cardiovasculares).

E, a linhaça é campeã no teor de ômega-3. É o alimento do reino vegetal mais concentrado neste nutracêutico. E, quem impede que todo este teor elevado de polinsaturados da linhaça (e demais sementes) seja oxidado é sua casca. Ou seja: Triturou? Oxidou! Simples assim.

Quarta resposta: triturou a linhaça? Tem que ingeri-la o mais rápido possível. Porque se não consumir imediatamente, a farinha obtida irá se oxidar rapidamente e não servirá para consumo humano. Deverá ser jogada fora. Assim, o correto é comprar a linhaça crua, fresca e inteira. E, ir germinando e triturando no dia-a-dia, conforme o tamanho do consumo da pessoa ou família.

O que acontece? Na produção do óleo de linhaça, que tem elevado valor terapêutico e comercial, sobra uma borra de fibra e proteína com baixo teor de gordura. Tal subproduto é seco e comercializado como farinha de linhaça desengordurada. Ou seja, além de estar oxidada, tem contaminantes do processo industrial e é um alimento esvaziado da sua integralidade, do ômega-3, da sua alquimia de ser biogênico, nutracêutico, terapêutico e curativo.

Quinta resposta: NÃO existe diferença nutricional significativa entre linhaça marrom e dourada. Em termos de ômega-3 a marrom até leva vantagem. Porém, o mais importante é que, seja qual for a cor da semente de linhaça, que esteja fresca, bem conservada e que haja um consumo diário, jamais esporádico.

Sexta resposta: se o seu médico recomendou tomar cápsulas de óleo de linhaça como suplemento de ômega-3, significa que quadros inflamatórios estão frequentes, certo? Mas as cápsulas são "suplementos".

Quem é completa e possui a alquimia natural de um alimento biogênico é a semente na íntegra. Ou seja, além das cápsulas, siga com a recomendação diária da semente "dormida" em água, como indicado nas respostas acima. 

Leia também: Perguntas sobre a Linhaça I

Vídeo - Leite e Vitamina de Linhaça


 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 


* Conceição Trucom
 é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida.

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 15 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine