Você sabe combinar alimentos?

Você sabe combinar alimentos?
Daniel Francisco de Assis *

Desde que comecei minha caminhada pela alimentação crua passei por várias linhas de combinações de alimentos e vi que todas têm sua razão de ser. Mas hoje percebo que elas no início atrapalham mais que ajudam. Acho importante saber combinar, mas somente para quem já tem mais tempo de prática/experiência, quem já está seguro desta sua opção alimentar e já consegue criar e sabe fazer pratos, sucos e saladas gostosas.

Descobri que é importante saber 'combinar', porém mais importante ainda é dar tempo e espaço para quem deseja saber 'alimentar-se'.

Digo isto pelo fato de que esta "dieta", ou filosofia de vida chamada de crudivorismo, ou comida viva, já é por si só bastante "restritiva" em relação a forma de “comer tradicional”.

Acabei de ler o livro Restrição calórica, A dieta da longevidade. Nele o médico/escritor, comenta uma série de vantagens e resultados positivos de uma dieta onde o consumo das calorias diárias está abaixo do padrão estipulado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). E relata que em estudos com ratos e macacos, onde para um grupo foi oferecida menor quantidade de alimentos que a média calórica recomendada e, para outro grupo um nível maior de calorias foi oferecido, observou-se que o grupo que comeu menos calorias diárias vive mais.

Voltando à questão da combinação de alimentos, repito: mais importante que saber combinar os alimentos é saber alimentar-se, pois para quem está iniciando no crudivorismo, além de uma mudança radical a partir dos conceitos ditos “normais” (ou pelo menos de toda uma vida, de toda a família e amigos), tudo parece complicado, restrito e confuso. 

*COMPLICADO*

Para quem vive em cidade grande e mora sozinho (ou é o único na casa que aderiu), os maços de folhas são enormes, e mesmo comprando pouco tem que ficar comendo a mesma coisa por 3 dias ou mais. Aliás, antes disso já amarelou. E mais, não tem tempo de comprar e quando tem, os supermercados vendem um monte de coisa estranha que os iniciantes não estão acostumados.

Quem mora em cidade pequena, sofre por não ter variedade. E, quem mora no campo, sofre com os problemas de adaptação das espécies, chuva e perda de produção. 

*RESTRITO*

Com todos os problemas descritos acima, lembrar que a pessoa vem do condicionamento de comer porcaria, maus hábitos de vida e a dificuldade da família que fica pegando no pé achando que ela está enlouquecendo e morrendo de fome.Falta de criatividade: convenhamos que fazer ficar gostoso um purê de inhame, uma pizza de repolho ou suco de couve, não é uma coisa que você nasce sabendo fazer ou pode perguntar para a vizinha.

Saber e conhecer os ingredientes desta nova forma de preparar os alimentos não é fácil e se não souber fazer pode ainda sair caro, ou caríssimo.Sendo assim, eu não enfatizo muito a questão da combinação dos alimentos pois vejo muitas pessoas iniciarem nesta alimentação e desistirem, ficarem divididas e quando levam a sério, perdem muito peso. Não por ser o crudivorismo uma dieta pobre em calorias, mas por ser uma forma nova de alimentar-se e viver, são outros conceitos de: peso ideal, saúde, qualidade de vida.

E, quem escolhe experimentar o crudivorismo já está fugindo de problemas como:

- Água sanitária no leite
- Hormônios do frango
- Problema ambiental da carne
- Fábrica de sofrimento dos ovos

Daí quase todos cometem o mesmo erro: param de comer carnes e alimentos industrializados e não colocam nada no lugar. Resultado: "perda de peso drástica".

Este fenômeno pode até ser interessante para as pessoas obesas, mas no futuro não será legal, pois ao chegar no “seu” peso ideal, não saberá como manter ou ganhar peso. 

Ainda vem o fator *CONFUSO*

Cada um fala/acredita em uma fórmula diferente: tem uma linha que orienta para não misturar fruta com folhas. Mas tem pessoas que afirmam que tal composição é a melhor coisa do mundo.

Tem gente que diz que azeite é o melhor, e tem gente que diz que não é ecológico, é resultante de um processo industrial, de uma extração, um refino, etc. E, como na internet (era da comunicação) você pode ter acesso a tudo, fica ainda mais complicado saber qual linha seguir.

Tenho algumas perguntas:

- Com tantas dificuldades, vale à pena complicar ainda mais apresentando regras de combinação?

- Para quem saiu do pão com queijo ou carne com batata frita, misturar morango com banana é grave?

- Para quem nem sabe fazer uma salada, tem algum problema colocar uma fruta para torná-la mais bonita e gostosa?

- Para quem nunca tomou sucos verdes, tem algum problema colocar um pedaço de mamão para adoçar ou dar cremosidade? 

Penso que não. Cada macaco no seu galho. Um passo de cada vez. Nada como a prática e o diálogo com seu próprio organismo, cada dia mais desintoxicado, portanto com uma comunicação/resposta digestiva mais precisa.

E, este é o motivo pelo qual não entro pesado nesta questão da combinação de alimentos, pois o mais importante é ter tempo e espaço para ensinar, provocar a experimentação, a degustação e, cada iniciante ir chegando na sua combinação, na sua forma pessoal de alimentação crua e viva.

Para todas as pessoas que me escrevem respondo sempre o mesmo: "Me falaram que não posso colocar outras frutas no suco de Luz do Sol pois pode provocar gases. É verdade?"

Resposta: sim, desde que seu suco tenha raízes. O amido das raízes e cereais tem uma digestão mais lenta que o açúcar das frutas, que irá então fermentar enquanto o amido é digerido, gerando desta forma gases. Em algumas pessoas mais, em outras menos.

Outra coisa, o fato da maçã ser a única fruta possível de ser misturada no Suco de Luz do Sol é uma informação verdadeira; mas não absoluta. Uma vez que você *não* usa raízes ou *cereais* no suco, pode-se colocar sim qualquer *fruta*. Eu, em particular, já não suporto mais maçã, depois de tomar durante 4 anos, quase todos os dias, o suco de 5 a 7 maçãs/dia.

E, na prática, percebo que não é interessante repetir o mesmo tipo de vegetal todos os dias por longo período, e proponho que variar é de extrema importância, para aproveitar melhor a oferta da biodiversidade e para não acumular os antinutricionais que todo vegetal naturalmente tem, seja de cultura orgânica ou não. Até porque: enjoa! 

Regra geral para preparo dos Sucos

Ingredientes: 1 mão de folhas verdes + 1 ou 2 mãos de frutas picadas + 1 mão de semente germinada.

O líquido para ajudar a bater no liquidificador pode ser suco concentrado de fruta, água de coco ou água filtrada, pois não é o fim do mundo colocar um pouco de água. Tal pequena adição não reduz a absorção de nutrientes e nem torna o suco menos agradável. Claro que não estou falando de 3 copos de água. É um pouco, o mínimo para ajudar a bater.

Este suco por ser mais rico em fibras e conter as sementes germinadas, provoca maior saciedade. E mais, tem elevado poder desintoxicante, pois as fibras jogam um papel fundamental na eliminação de toxinas.

Espero ter ajudado!

Daniel Francisco de Assis - Seu site: www.comidaecologica.com

Comentário Conceição Trucom: quanto mais desintoxicada a pessoa vai ficando e mais determinada em estudar, informar-se, etc., mais sintonizada com seu organismo ela irá ficando. Portanto, sempre valem os experimentos pessoais e seguir a linha que seu corpo/coração lhe orientam.

Assita ao vídeo: Como fazer o Suco da Luz do Sol

Leia também: Reduzir calorias para melhorar a memória
Combinação de Alimentos 1
Combinação de Alimentos 2


 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 

 

 

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 15 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine