O consumo diário de iogurte não melhora a saúde

Iogurte não melhora a saúde

Fonte: Plataforma SINC (*)
Tradução: Fernando Trucco (**)

As recomendações dietéticas indicam o consumo de produtos lácteos como parte de uma dieta saudável. No entanto, após a realização de um estudo espanhol, envolvendo mais de 4.000 pessoas, em que foi analisada a relação entre a ingestão habitual de iogurte com a saúde e a qualidade de vida, foi verificado que não há qualquer relação na melhora dos parâmetros físicos e mentais estudados.

Durante anos, vários pesquisadores têm sinalizado os benefícios de consumir iogurte diariamente, embora a sua eficácia nunca fosse provada. Na verdade, até agora, poucos estudos especificamente examinaram os efeitos do consumo deste produto sobre a saúde.

Agora, um novo estudo realizado na Espanha avaliou a relação entre o consumo habitual de iogurte e o melhoramento físico e mental de pessoas adultas com a qualidade de vida (Q.V.) medidas pelo levantamento SF-12.

Liderado por pesquisadores da Universidade Autônoma de Madri, o estudo analisou a relação entre o consumo de iogurte e a mudança na pontuação no teste ao longo de um período de 3,5 anos em uma amostra constituída por 4.445 adultos espanhóis.

"O estudo revelou que o consumo habitual de iogurte não está relacionado com a saúde nem com a qualidade de vida", A principal autora do estudo Esther López-García, explicou: "Para pesquisas futuras devem ser utilizados instrumentos mais específicos para tentar aumentar a probabilidade de encontrar um benefício potencial deste alimento."

Adicionalmente, os resultados, publicados no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetica, foram validados para indivíduos sem doenças diagnosticadas, que nunca fumaram e que seguiram a dieta mediterrânea, ou melhor, pessoas consideradas sem qualquer fator de risco que poderiam distorcer a relação em estudo.

"Em comparação com as pessoas que não consomem iogurte habitualmente, aqueles que consumiram este produto lácteo diariamente não apresentaram nenhuma melhora significativa em sua pontuação referente ao estado físico e qualidade de vida, e embora tenha havido uma ligeira melhoria do aspecto mental, esta não foi estatisticamente significativa ", acrescenta López-García.

Atualmente, de acordo com a Food Safety Authority Europeia (No.1924 / 2006) as reivindicações das propriedades de saúde de itens alimentares devem ser cientificamente avaliados.

O Departamento de Agricultura dos EUA também analisa as reivindicações propostas pela indústria de alimentos para permitir ou rejeitar o uso destas afirmações para fins comerciais.

Este estudo fornece novas informações para avaliar as alegações da indústria de laticínios.

Iogurte na dieta

As principais orientações dietéticas em Espanha e em outros países apoiam o consumo de produtos lácteos, como parte de uma dieta saudável. "Isso ocorre porque a maioria dos estudos tem considerado o efeito genérico, mas seria interessante avaliar a relação em forma independente de cada tipo de produto com os indicadores de saúde global", destaca o pesquisador.

Até agora, vários pesquisas isoladas têm sugerido que o consumo de iogurte pode influenciar direta ou indiretamente, a qualidade relacionada com a saúde (QRSV). Para os especialistas, uma das razões pode ser porque ele é rico em cálcio, que protege os ossos, e que pode ajudar a combater doenças osteomusculares, uma das condições com maior impacto negativo na qualidade de vida.

Adicionalmente, a sua ingestão tem sido associada com um menor aumento do peso, (Wang et al., 2014), da pressão arterial (Ralston et al., 2012 e Soedamah-Muthu et al., 2012) e com uma taxa menor de doenças cardiovasculares (Soedamah-Muthu et al., 2011).

(*) Matéria fornecida pela Plataforma SINC. (pode ser editada no seu conteúdo e comprimento).
- Esther Lopez-Garcia, Luz Leon-Muñoz, Pilar Guallar-Castillon, Fernando Rodríguez-Artalejo. Habitual Yogurt Consumption and Health-Related Quality of Life: A Prospective Cohort Study. Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, 2015; 115 (1): 31 DOI:10.1016/j.jand.2014.05.013

(**) Fernando Trucco, Professional Translations. Reprodução permitida, desde que citada a fonte e o tradutor.


 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 

 

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 20 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine