Os 5 VEGETAIS SAGRADOS

Os 5 VEGETAIS SAGRADOS

Conceição Trucom *

Segundo o Instituto Escola Aquariana de AMASOFIA os diversos níveis de metabolização (processamento, reconstruções e adaptações, absorções, alimentação –trocas-, transporte e detox) dependem de uma série de fatores que a Ciência, mesmo as Naturistas ou Naturopáticas não costumam sequer "suspeitar".  

Uma parte desses processos só ocorre quando estamos "fora de nossos corpos físicos" e outros somente quando estamos pernoitando no "lugar" onde nossos alimentos estão sendo produzidos, preferencialmente com a nossa participação ou, no mínimo, presença.

Coincide com a milenar frase dos Essênios:
alimente-se somente do que está ao alcance dos seus olhos...
 

Não existem "bons alimentos" em tese. Os melhores são os disponíveis, desde que não estejamos em trânsito, em movimento. 

Mas existem exceções, porque quando estamos viajando podemos dispor de 4 (5) vegetais "sagrados e incríveis", na medida em que, mesmo que não tenhamos um envolvimento grande com sua produção, eles disponibilizam elementos atômicos e moléculas que nos são muito úteis para que possamos suprir praticamente tudo o que necessitamos: (1) bananas; (2) abacate; (3) limão rosa; (4) tomate ou (5) uva *.

Mas há também uma relação estreita entre os sistemas energético-metabólicos gerados por cada CHACRA de nossas Mônadas e como se apresentam os alimentos na Natureza.

A grosso modo:

- Raízes e Tubérculos são importantes para os chacras 1 e 2 (Kundaline e Básico).

- Folhas e Leguminosas para os chacras 3 e 4 (Esplênico e Cardíaco).

- Cereais e Milho para os chacras 4 (cardíaco).

- Frutas ácidas e doces para os chacras 6 e 7 e 1 (Laríngeo e Coronário, e o Kundaline).

Mas quase tudo isso só é verdadeiro com boa respiração, sol, atividade-física, exercício da criatividade aplicada, sono profundo, muitas horas "embarcados" (Nova Era) e "amor à dois". A variação freqüente de parceiros deixa nosso organismo evolutivamente "parado", pois nessas situações não compilamos as trocas dos pacotes de luz (informacionais) disponibilizados pelo nosso nível Existencial, pois "elas" são as conectoras e "Eles" a chave para as conexões. Essas CONEXÕES, entretanto, não se consolidam a não ser em relacionamentos duradouros e ricos de afeto e mútuo consentimento.

Todas as nossas "conquistas evolucionais" são transmitidas para a Mônada (nível Existencial, portanto) via sexualidade. Se ficam "na Terra" (no quaternário da forma), se perdem, pois são de duração efêmera caso não sejam "enraizadas" no Alto. Antes delas se desmancharem, entretanto, nos intoxicam um bocado, pois sua "retenção" cá embaixo implica grande consumo de certos nutrientes, como se tivéssemos dependendo de baterias e não de uma fonte perene de energia.

Um dos mais comuns entre os motivos pelos quais nos repetimos vida após vida reside nesse fato. As contra-partes espirituais de cada um de nós, estejam elas encarnadas ou não, são parte desse processo, pois ambos costumam participar da elaboração de um mesmo complexo de "avanços" espirituais, dentro do conceito amasófico, onde avançar significa " ... revelar à Criação seu próprio Segredo até o primeiro e último deles, ou seja, o "Fator Individuador" que determinou a MONADA com sete lONAS inseparáveis / Luiz Gonzaga

Curiosidade Núcleo Culinária/Nutrição 

Segundo os Espaciais nós humanos podemos viver com a ingestão de apenas 4 (5) alimentos:

1) Banana,

2) Abacate,

3) Tomate,

4) Limão "capeta" (limão cravo, laranja vinagreira, vinagreirinha. laranjinha, e outros nomes mais, dependendo da região. Para identificação: este limão é uma variação do "Citrus limonum", o mais conhecido, mas tem a casca alaranjada e seus gomos tem a mesma conformação da laranja ou da mexerica (tangerina ou bergamota).

O alimento 5) seria a Uva que pode substituir o tomate.

Ainda segundo as informações repassadas, não se leva em consideração o poder calórico dos alimentos e sim o poder de emanação de LUZ que vem deles. O principal alimento dos humanos então é a Luz.

Segundo um químico consultado, estes alimentos constituem uma perfeita harmonia na quebra das cadeias moleculares proporcionando uma absorção fantástica pelo organismo.

Sérgio Lúcio: Eu diria que esses 5 vegetais são compostos de átomos diferentemente "evoluídos" e que, portanto, são capazes de sustentar processos alquímicos que se dão em nosso organismo e que outros átomos, ou átomos comuns, ainda não conseguem realizar. Mas não devemos comer apenas isso, pois temos o "dever" de proporcionar a evolução de outros átomos, pois aqueles que passam por um organismo humano lá estiveram “por mérito”... (por afinidade vibracional), pois um átomo está onde melhor poderia ser para ele naquele exato momento.


Na Amasofia a saliva é considerada um "alimento", pois a partir dela um novo processo metabólico "transmutativo" se inicia, propiciando uma "matéria prima" química ou qualitativamente (atomicamente) antes não disponível.

Quanto às dietas, é água e/ou frutas pela parte da manhã, uma refeição crua ou meio-a-meio crua e cozida no vapor entre às 12 e 14 horas, cesta de uns 20 a 30 minutos, alimentos leves mais para o fim da tarde (inclusive sopas) e só chás ou água à temperatura do corpo à noite (33°C), ou seja, depois que o Sol se põe.

Mais da metade do que comemos (em peso) deve ser fruta! A outra metade seriam raízes, tubérculos, folhas, vagens e grãos germinados! Não sei ainda porque os Espaciais têm sugerido que deixemos, de vez, o arroz e o trigo, e para só consumirmos as leguminosas em geral devidamente germinadas. Estimulam o uso do milho, mas não em grão, ou seja, sempre processado.

Segundo eles, o arroz e o trigo possuem "caminhos" que nos levam à obediência, ao fanatismo, à subserviência, à dependência e à uma condição sob a qual somos facilmente cooptados ou escravizados!

E nada de carnes, leite e derivados, farinhas e sal refinados.

O resto é Sol, água pura, silêncio, noites repousantes, deitar cedo, acordar cedo também, trabalho físico, exercícios físicos e também exercício mental, estudo, pesquisa e criatividade, principalmente associada ao uso das mãos, ou do ritmo, do som e das cores e práticas contemplativas mais do que meditativas.

Todas essas coisas, entretanto, são relativamente secundárias se o Coração (a Alma) não está em paz consigo, com a vida, com o mundo e as pessoas! Amar, abraçar, beijar, ser feliz. É por aí que começa a saúde integral!

Fonte: Instituto Escola Aquariana de AMASOFIA

Este texto faz parte do nosso Curso online:


 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 

 

 

Cadê o leite que estava aqui?

Conheça o curso online

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 15 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine