A Saúde do Cólon

A Saúde do Cólon

Conceição Trucom*

Também conhecido como Intestino Grosso (IG), a saúde do Cólon guarda uma relação muito estreita com a saúde integral do corpo. Não somos partes e não devemos cuidar da saúde tratando somente os sintomas. Entretanto, segundo a Medicina Tradicional Chinesa (MTC), qualquer diagnóstico de doença e tratamento de cura, passa necessariamente pela avaliação de como está a saúde do Cólon.

Observar na figura que ele se diferencia por 3 partes: ascendente, transverso e descendente, parte esta que finaliza no ânus. Apesar do Cólon ser um importante órgão do sistema excretor, ele é também um órgão de digestão e uma central de decisões. Ele é responsável pela absorção de nutrientes, produção de nutrientes valiosos como algumas vitaminas, administrar a flora intestinal e muitas funções complexas que regulam a saúde do corpo na sua integridade.


http://www.docelimao.com.br/images/colon.jpg


É fácil entender porque a maioria das doenças têm ligação direta com a saúde do Cólon: quando consumimos alimentos muito processados, refinados, aditivados, irradiados e carentes de enzimas digestivas, o Cólon torna-se fragilizado e sem condições de funcionar apropriadamente e, aos poucos se torna doente. Diante de diários ou freqüentes maus hábitos alimentares, este sistema excretor não só passa a funcionar precariamente (só apagando incêndios), como a pedir ajuda aos demais sistemas (fígado, pulmões, rins e pele). Some a esta alimentação inadequada o estresse, as poluições, a falta de atividade física, e está pronto o coquetel intoxicante e o passaporte para o declínio da saúde.

A principal função do Cólon, logicamente integrado com o Intestino Delgado, é absorver nutrientes e eliminar excretos (resíduos alimentares, toxinas e venenos). Se o Cólon não está funcionando bem teremos:

1. Privação de nutrientes pela inabilidade do Cólon de absorvê-los. Ou seja, desnutrição e desvitalização.

2. Organismo com elevada carga de toxinas e venenos que deveriam ser excretados rápida e eficientemente. Ou seja, sintonia com a densidade, seres oportunistas que se alimentam dos excretos e doença: as bactérias nocivas (ver abaixo).

3. Sistema Excretor em colapso que pede ajuda aos demais sistemas excretores = descompensação energética.

4. Diante de maus hábitos de vida e alimentares o Cólon deixa de atuar como uma central de inteligência, nutrição e saúde e passa a atuar como um lixão que não tem para onde crescer, carregado com matéria em decomposição, descargas tóxicas, gases abundantes e tóxicos, parasitas e outras condições alarmantes. Estimativas apontam que cerca de 90% da sociedade moderna - dos alimentos refinados, fast food e sedativos como açúcar, café, álcool e muita carne - apresentam este sistema excretor com seu funcionamento comprometido em alguma extensão, o que leva às taxas crescentes das chamadas 'doenças modernas'.

Principais fatores que facilitam as enfermidades do Cólon

Bactérias nocivas - O Cólon é um campo natural para reprodução de bactérias. É no Cólon saudável que reside a Flora intestinal ou microbiota. Sem a Flora intestinal o Cólon perde suas funções. Mas, em um Cólon doente podem co-existir, basicamente, dois tipos de bactérias: as saudáveis dominadas pelas nocivas. As saudáveis são as lactobactérias, que se alimentam do bolo alimentar pré-digerido (no estômago e intestino delgado) e geram nutrientes valiosos como a vitamina K e as vitaminas do complexo B, incluindo a B12. Uma lactobactéria que todos conhecem é a acidófila, que é responsável por manter as bactérias nocivas sob controle.

Entretanto, quando os maus hábitos abundam, o Cólon fica sobrecarregado de bactérias nocivas que causam putrefação, gases e doença. Um Cólon doente não consegue produzir uma flora intestinal saudável, ou seja, um sistema imune ativo, atuante.

Para sanar a doença toma-se antibióticos, que só pioram a situação, encorajando o crescimento de mais bactérias nocivas, deprimindo o sistema imunológico desestabilizando a presença das saudáveis lactobactérias. Pronto: o Cólon passa a ser um perfeito campo de reprodução de parasitas e doenças.

Neste momento torna-se URGENTE uma prática desintoxicante associada com a implementação de novos hábitos de alimentação e de vida. Remédios alopáticos não resolverão a causa, portanto a doença seguirá instalada como uma bomba pronta para crescer ou voltar a eclodir.

Material endurecido - Quando o Cólon não elimina seus excretos regular e eficientemente, este material começa, ao longo do tempo, a ser compactado e endurecer nas suas paredes, se tornando cada vez mais duro e espesso. O resultado final é que existem pessoas carregando, em seu Cólon, desde algumas gramas até quilos - observado em autópsias - destas placas endurecidas.

Este material fecal endurecido faz com que o Cólon esteja constantemente re-absorvendo substâncias altamente tóxicas que passam a circular no sangue. A corrente sanguínea é a circulação da vida. Se o sangue está continuamente poluído, com refugos e toxinas de um Cólon impotentemente doentio, doença no corpo inteiro será inevitável.

Lembrando que um Cólon doente apresenta cada vez maior dificuldade para absorver nutrientes eficientemente, pois lhe falta flora intestinal e acesso a estas substâncias da vida. Conclusão: corpo desnutrido e intoxicação generalizada.

Parasitas - Acredito que mais de 90% da população têm parasitas. Portanto, um quadro muito mais comum do que possamos imaginar. Parasitas são "grupos de limpeza" enviados pela mãe natureza para reciclar materiais em decomposição. Ou seja, não adianta tomar remédio para parasitas, sem antes remover suas cargas tóxicas e excretos naturais do dia-a-dia, armazenados no Cólon, por dias e até anos, pelos maus hábitos alimentares e de vida.

Parasitas são especialistas em drenar energias, roubando do organismo os nutrientes que iriam para a corrente sanguínea e nutrição do organismo. Os parasitas se instalam nessas paredes compactadas, e alguns deles chegam até as camadas externas da parede do Cólon. Eles podem ser muito persistentes e levar muito tempo para serem completamente expelidos.

A forma mais eficiente de eliminar tais desordens e restabelecer a saúde do Cólon é resgatar hábitos saudáveis de vida - como a atividade física -, de alimentação e desintoxicação diária através de sucos, chás e sopas desintoxicantes, alimentação crua e viva.

Gases e constipação - Os gases são sintomas de que a digestão está com problemas, o intestino delgado e o Cólon também. Fermentações estão acontecendo de forma exagerada, sinalizando que todo o processo digestivo (das escolhas e combinações alimentares, do mastigar ao evacuar) está com dificuldades.

A constipação sinaliza que tudo está congestionado, parado, travado.

Estresse total, desequilíbrio nutricional e metabólico, podendo desencadear uma série de doenças: deficiência imunológica, diverticulite, colite, hemorróidas, alergias, mau-humor e irritação crônica, distúrbios de aprendizado e atenção etc.

Alimentos que não estão sendo digeridos causam estas condições dentro do Cólon, produzindo uma combinação de gases tóxicos, falta de fluidez (água) e reações químicas venenosas.

As causas das desordens digestivas são diversas: comer em excesso, alimentos muito processados e cozidos com elevada deficiência de enzimas digestivas e combinação inadequada de alimentos, que ao ser freqüente só pioram a situação.

Alguns passos simples para se trazer o Cólon de volta à saúde

1. Aumentar o consumo (mínimo 50%) de alimentos crus e vivos, ricos em enzimas, que são altamente energéticos e fáceis de digerir.

2. Praticar hábitos de desintoxicação diária através de sucos, chás, lanches e sopas desintoxicantes, como sugerido pela prática da Alimentação Desintoxicante.

3. Praticar o consumo diário de refeições Crua e Viva, produzindo seus próprios germinados, fermentados e caldos enzimáticos.

4. Praticar a limpeza do Cólon através dos enemas planejados e monitorados por quem tem experiência.

Leia também: A boa digestão depende das Enzimas - Combinação de Alimentos - Parte 1

A paz é intestinal


 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 


* Conceição Trucom
 é química, pesquisadora, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Possui 10 livros publicados, entre eles O Poder de Cura do Limão (Editora Alaúde), com meio milhão de cópias vendidas, Mente e Cérebro Poderosos (Pensamento-Cultrix) e Alimentação Desintoxicante (Editora Alaúde).

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 20 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine