Conceição Trucom *

Existem algumas espécies na natureza conhecidas como plantas carminativas ou como alguns preferem dizer: alimentos carminativos. Tais plantas possuem ação fitoterápica junto ao sistema digestivo, quando facilitam a digestão de alimentos, e ajudam inclusive a aliviar sintomas desagradáveis como flatulência e de indigestão, pois quebram a tensão superficial dos gases (em geral encapsulados em bolhas), para se integrarem com os sólidos e líquidos presentes no estômago.

 

 



Quais são essas plantas e ervas com propriedade carminativa?

Ervas: alcaçuz, anis, erva-doce e funcho, camomila, cominho, erva cidreira e melissa, todas as mentas e hortelãs, louro, noz moscada, manjericão, alcachofra, entre outras.

As hastes de alcaçuz e as balas digestivas de alcaçuz...

O gengibre é uma raiz, mas possui propriedades carminativas, porque auxilia no processo de digestão dos alimentos, obviamente que se utilizado com moderação. Em excesso pode causar irritação estomacal ou até mesmo azia.

A alcachofra é uma flor muito apreciada na culinária, mas que também facilita o processo de digestão no organismo. Então consumir a flor é bem bacana, antes ou após uma alimentação não tão digerível... Mas existe também a flor seca para o preparo de chás e infusões.

 

Isso é PANC... A Magnólia, para além de nos surpreender todos os anos com o espetáculo de beleza que é a sua floração, ainda tem a capacidade de nos cuidar com suas propriedades terapêuticas, quer das suas flores como das suas folhas: é adstringente, anti-séptica, antibacteriana, antiespasmódica, anti parasitaria, anti virótica, aromática, carminativa, digestiva, diurética, estimulante, antipirética, hipertensora, relaxante muscular, sedativa e também tônica.

Algumas plantas podem ser usadas por meio de chá, pois previnem e ajudam na quebra da tensão superficial dos gases no estômago e vias intestinais, mas as ervas podem complementar a preparação de alguns alimentos, desde os de mais fácil digestão, até aqueles mais difíceis de serem digeridos, ou nas não tão ideais combinações de alimentos. Por exemplo: amido + sacarose, gordura + açúcar...

O feijão, por exemplo, é um alimento difícil de ser digerido, pois possui alguns açúcares complexos, e sua casca é bem fibrosa mesmo... Neste caso, o gengibre pode ser utilizado em lascas no momento do consumo ou no momento da preparação. Que falar das folhas de louro (imagem do topo): fundamentais no sabor e para facilitar a digestão. Também indico acrescentar 1 limão inteiro (ou 1 laranja), sem cortar, dentro do feijão na hora do refogado e deixá-lo lá até a hora de servir. Os adstringentes da casca e sumo do limão irão facilitar o processo digestivo.

Se for realizar o preparo de alguma hortaliça como o repolho, um feijão de vagem, pode ser usado o cominho como tempero, entre outras combinações. Na culinária indiana o cominho é presença CONSTANTE.

Essas ervas podem substituir o uso de condimentos fortes na alimentação, como aqueles que contém vinagre, que agridem o estômago e podem desencadear em uma série de sintomas desagradáveis.

O uso da ervas e alimentos carminativos auxilia na eliminação de gases e confere a sensação de leveza e alívio de dores provenientes das pressões internas e abdominais. Tem pessoas que acreditam estar tendo um ataque do coração, quando na verdade trata-se de muitos gases pressionando tudo, incluso o PEITO...
 
A grande dica é: USE e ABUSE das plantas, ervas e alimentos com propriedades
adstringentes e carminativas, cuide do seu aparelho digestivo.
Plante ervas carminativas na sua casa, jardim, quintal, coração, cabeça: VIDA!
 

Conheça nosso curso online


 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 


* Conceição Trucom
 é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida.

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br