Depoimentos sobre cura do câncer

Depoimentos sobre cura do câncer

Ernst Günter *

Apresentação da Edição Brasileira

Muitas pessoas vêm consultar a nossa biblioteca, principalmente sobre os alimentos orgânicos crus com seus efeitos curativos. Sempre nos perguntam: "Mas vocês conhecem alguém que realmente se curou desta forma?"

O livrinho "Alimentação Viva" escrito por Ernst Günter, que motivou os depoimentos contidos nesta brochura, foi reeditado 25 vezes e contém muitos dos ensinamentos que a médica dinamarquesa Dra. Kirstine Nolfi apresentou na publicação "O milagre dos alimentos vivos", que acabamos de editar. 

Não traduzimos o livrinho "Alimentação Viva", porque a parte principal do texto de Ernst Günter apresenta cardápios e receitas cruas baseados em muitos alimentos desconhecidos em nosso país. Mas, nós brasileiros podemos nos beneficiar, o ano inteiro, de hortaliças e frutas em abundância que, felizmente, encontramos a cada dia novas fontes de alimentos orgânicos crus, indispensáveis à alimentação crua e viva. E não esqueçam: "Consumam orgânicos". Dedicamos esta brochura, também, a todos os agricultores orgânicos, que com seu trabalho incansável estão contribuindo para a saúde de nosso povo. A equipe da TAPS


Curar doenças e preservar a saúde com a alimentação crua e viva não é nenhuma novidade. Os antigos gregos já sabiam disso e ainda hoje existem povos primitivos que se alimentam de forma natural.

O organismo e os órgãos digestivos dos seres humanos foram feitos para digerir alimentos crus, naturais. Com a alimentação 100% crua e orgânica desaparecem as doenças causadas pela alimentação cozida e carnívora.

Como muitas pessoas não são curadas pelos médicos, é imprescindível difundir a forma natural de cura através de uma alimentação saudável. Para ajudar o maior número possível de pessoas sofredoras e enfraquecidas, pedimos que este texto seja amplamente difundido.

A alimentação com alimentos crus é uma lei natural. Quando Deus criou o homem, deu-lhe, entre outras coisas, uma lei alimentar que é a seguinte:

Gênesis, cap. l, versículo 29 - E disse Deus: "Vejam! Eu entrego a vocês todas as ervas que produzem semente e estão sobre toda a terra e todas as árvores em que há frutos que dão semente: tudo será alimento para vocês."

A planta extrai seus nutrientes do solo e do ar. São minerais inorgânicos obtidos de rochas e também minerais orgânicos vivos - obtidos do húmus - e, finalmente, nitrogênio e gás carbônico obtidos do ar. Nada disso serve de alimento para o homem. As folhas das plantas são pequenas fábricas que absorvem a energia da terra e do ar para transformá-la em alimento vivo para nós.

Nesse processo, a luz solar desempenha um papel muito importante, fazendo a planta crescer e produzir frutos. As enzimas, faíscas de vida, fazem as plantas crescerem. Tanto as raízes como as folhas e os frutos são perfeitamente adequados ao nosso aparelho digestivo.

O ato do cozimento dos alimentos do reino vegetal tem várias desvantagens.

Acabe com o medo do câncer, do enfarte ou da gripe. Os alimentos crus são a nutrição ideal para a SAÚDE, para prevenir doenças. Uma saúde estável vale mais que todas as riquezas e todos os bens deste mundo.

A cura não é tão simples, quando se trata de problemas psicológicos e certas doenças geradas por superstições que não são curáveis através da alimentação crua. Nesses casos, é necessário um apoio psicológico.

Depoimentos

Os depoimentos apresentados nessa brochura são um eco do meu livrinho "Alimentação Viva". Através dessa alimentação, muitas pessoas se recuperaram de câncer e outras doenças supostamente incuráveis. Para encorajar outros doentes, apresentamos esses depoimentos de curas alcançadas. Aos "saudáveis", aconselhamos a prevenção.

É necessário insistir que se trata em primeiro lugar da limpeza interna do organismo, sendo que os alimentos crus limpam o organismo e, ao mesmo tempo, o alimentam corretamente. Como já dizia o antigo médico grego Hipócrates: "Que teu alimento seja teu remédio e teu remédio seja teu alimento." Isso só acontece com a alimentação crua.

Hipócrates recomendava às pessoas saudáveis e aos doentes — para a prevenção e para a cura — uma alimentação crua destinada a desintoxicar o organismo, combater a acidez e, ao mesmo tempo, lhe fornecer força vital. O segredo desse método consistia na cura prolongada, que, segundo nossa experiência, precisa de, pelo menos, seis a oito semanas para o câncer e de seis a doze meses para a diabete. Muitos doentes querem obter um efeito curativo imediato, porém o método de Hipócrates tem a vantagem de ser eficaz e impedir, desde o início, que a doença avance. Na realidade, a causa da doença é eliminada através da adoção da alimentação viva, totalmente inofensiva, que pode ser seguida sem entrar em conflito com as orientações do médico. A comida crua alimenta além de curar.

Cura do câncer com alimentação crua e viva

O aumento dos casos de câncer acompanhou de forma assustadora o uso de substâncias tóxicas na agricultura e também na indústria alimentícia.

Nos últimos anos, foi possível obter muito sucesso com a alimentação crua, livre de agrotóxicos, em casos de câncer, doenças coronarianas, artrite, pedras na vesícula, diabete, problemas do aparelho digestivo, da pele e da próstata, tuberculose, esclerose múltipla e inúmeras outras doenças. A alimentação crua significa prevenção da doença para os sadios e oferece esperança aos doentes que já foram desenganados pelos médicos.

O maior benefício da alimentação crua é a prevenção e a cura do câncer. Podemos viver sem temer o câncer! Pode parecer uma piada, mas os fatos são a prova. Ainda se tratando apenas de prevenção, a mudança de hábitos alimentares já valeria à pena. Mas, com a ajuda da alimentação crua e viva, muitas pessoas que sofriam de câncer foram curadas. Entretanto, essas curas não são aceitas pela ciência e são abafadas. Todos deveriam entender por que a ciência não aceita a terapia com alimentos crus. Quantas vezes somos gratos aos médicos, mas, neste caso, deparamo-nos com um muro.

A verdadeira cura só acontece através de uma mudança radical, isto é, a eliminação da causa. Se o caso estiver muito adiantado, pode ser tarde demais, mas não devemos desistir, pois alguns doentes ainda se recuperam. O segredo? Uma alimentação crua e viva, rica em enzimas concentradas. Por exemplo, 500 a 600 ml de suco fresco de hortaliças ao longo do dia, diariamente. O mais eficaz é o suco verde. Sementes de linhaça (e girassol) germinadas devem ser adicionadas em todos os sucos.

13.  Câncer do pulmão

Uma mãe relata: Brigitte, 5 anos de idade, teve câncer do pulmão. Em novembro, deu entrada no hospital Após um tratamento com injeções, que provocou a queda total do cabelo, febre alta e, depois, a necessidade de uma transfusão de sangue, os médicos não tiveram mais esperança. Recebi minha filha de volta, 14 dias antes do Natal, desenganada. Foi quando o livro sobre alimentos crus me deu nova esperança. Seguindo seus conselhos, ela bebeu durante sete semanas, diariamente, 1 litro de suco de cenoura, comeu alguns outros alimentos crus e tomou leite cru. Ela fez grande progresso, ganhou cor no rosto, ficou alegre e animada e se recuperou maravilhosamente. Graças a Deus! X. Y, Lamprechtshausen (Áustria).

14.  Câncer de mama

Após a leitura sobre alimentação viva, decidi, imediatamente, aderir aos alimentos crus, pois precisava tomar constantemente comprimidos contra fortes dores no seio. Há um mês, só como alimentos crus. Agora, sem tomar os medicamentos, não sinto mais nenhuma dor. Quase não consigo acreditar, parece um milagre. Ainda tenho minhas dúvidas se isso vai continuar. Estou me sentindo muito bem. Muito obrigada. A E., Höllriegelskreut (Alemanha).

15.  Câncer de abdômen

Eu tinha câncer de abdômen e me submeti a uma cirurgia radical, muitas irradiações e implantes de rádio. Os médicos não tinham mais esperanças e até mesmo um experiente naturalista me considerou um caso perdido. Porém, ele me indicou a alimentação viva, que adotei imediatamente, passando a uma dieta de alimentos crus e sucos de hortaliças. As coisas começaram a mudar e fui me recuperando lentamente. Cinco anos depois, estava totalmente curada. Tenho, hoje, 69 anos. M. L., Ludwigsburgm (Alemanha).

16.  Câncer de mama, dores no fígado e nos rins

Eu tinha um nódulo duro, do tamanho de um ovo dê galinha, no seio esquerdo e sentia muita dor. Pela vontade de Deus, seu livrinho sobre alimentação viva chegou às minhas mãos. Após seis semanas de alimentação crua, meu seio voltou a amolecer e as dores desapareceram. Sinto-me bem melhor. Também as dores que sentia no fígado e nos rins, que não me deixavam dormir à noite, desapareceram. A. D., Oberwarz (Alemanha).

17.  Câncer de próstata

Meu câncer de próstata estagnou desde quando adotei os alimentos crus, 3 anos atrás. F. Z., Alblingen (Suíça).

18.  Leucemia

Depois de seguir a alimentação crua por três meses, voltei ao médico para o controle. Ele constatou que meu sangue tinha mudado completamente. Não havia mais nenhum vestígio da leucemia. Pode imaginar a minha alegria! W. M., Pfafíhausen (Suíça).

19.  Tumor na cabeça

O Sr. Konyen tinha um tumor na cabeça e o médico havia dito à Sra. Konyen que seu marido tinha apenas uma semana de vida. Foi completamente curado, graças à alimentado crua. Ele está imensamente feliz, como também toda a sua família. E. W., PfaffenweiliT (Alemanha).

20.   Um câncer grave

Minha irmã adoeceu de melanoma-sarcoma na perna direita. Sofreu uma cirurgia para extraí-lo, mas o câncer continuou crescendo. Nessa época, ela passou a alimentar-se exclusivamente de alimentos crus. Como resultado, a enorme ferida cirúrgica cicatrizou, e os inchaços vermelhos e duros também regrediram. Nem o médico quis acreditar nesse sucesso, devido ao tipo de câncer e ao estado bastante avançado. E.S., Solingen (Alemanha).

21. Menino de 5 anos curado de um câncer na cabeça

Foi um período terrível, desde o momento em que levamos nosso filho certa manhã para o hospital e nos comunicaram à noite o diagnóstico desolador: tumor cerebral. Para nós, foi como se nosso filho já estivesse morto.

No primeiro dia, ele foi tratado com medicamentos e ligado a aparelhos. No segundo dia foi-nos dito: "Uma cirurgia está fora de questão, pois o tumor está no centro". No terceiro dia, disseram-nos: "Ou seu filho precisa ser operado, ou morre em pouco tempo." Isso nos deixou meio perplexos. Nosso filho estava muito mal. Uma semana mais tarde constataram que o tumor havia crescido 1 a 2 cm. Solicitaram uma autorização escrita imediata para a cirurgia, o que recusamos. Nesse ínterim, lemos a respeito da alimentação viva, que nos deu novas forças. Fomos chamados de assassinos e burros. Entretanto não nos deixamos intimidar e ainda no mesmo dia levamos nosso filho para casa.

Já no primeiro dia, começamos com a dieta de sucos crus, que provocou um verdadeiro milagre. A cada semana, percebemos uma melhora. Foi assim até o 20° dia. Nesse espaço de tempo, ele conseguiu dar alguns passos sozinho, deixou de ter visão dupla, não ficava mais com o queixo pendurado e a sensação na perna e no braço esquerdo voltou. Interrompemos então a dieta de sucos e começamos com os alimentos crus. Haviam passado quatro semanas, nosso filho ainda vivo, contrariando a previsão dos médicos, que lhe deram duas a três semanas de vida. Agora, já se passaram mais 4 semanas de alimentação crua e nosso filho já consegue caminhar ereto e sozinho. Podemos dizer que ele está curado e isso quase parece um milagre.

Seu pai escreve: "meu filho e eu comíamos muita carne, mas desde esse terrível período toda a nossa família só come alimentos crus, até a nossa filha de 13 anos. Só posso dizer: Que maravilha! Acompanhei durante cinco dias a dieta de sucos do meu filho e nisso perdi 8 kg do meu excesso de peso, sem nenhum problema. É simplesmente maravilhoso." Família G., Arnoldstein (Áustria).

22. Câncer de mama e eczema

Em março deste ano, descobri um caroço no seio esquerdo, que cresceu muito no período de três semanas. Por sorte, eu conhecia a alimentação crua, através do livro da Dra. Nolfi, que conseguiu vencer seu câncer da mama através da alimentação crua. Este testemunho deu-me coragem e confiança para agir da mesma forma. Apenas oito dias depois, senti dor no peito. O nódulo estava amolecendo. Passados mais 14 dias, ele tinha o tamanho de uma avelã apenas. Estava muito feliz e também me sentia muito bem com essa dieta. Pouco tempo depois, o nódulo tinha desaparecido completamente. Além disso, sarei de um eczema na ponta dos dedos e nas unhas, que me incomodava há cinco anos. S. F, Wnssêrburg (Alemanha).

23. Câncer na língua

Tenho 52 anos. Há quatro anos desenvolvi um câncer na língua. Fui hospitalizada durante dois meses, recebendo 24 aplicações de radioterapia até que o pescoço começou a sangrar por dentro e por fora. Algum tempo depois, o câncer continuou crescendo. Então, fui tratada com comprimidos tóxicos, que acabaram afetando o estômago e provocaram uma forte queda de cabelo. Como as dores eram muito fortes, recebi injeções de analgésicos. O médico me explicou que uma cirurgia estaria fora de questão. Dois anos se passaram. O pescoço, no ponto onde começa a língua, ficou inchado e duro como uma pedra. A garganta inteira era um tumor só. A língua regrediu tanto que a parte anterior e a ponta desapareceram. Em consequência disso, não conseguia mais falar de modo compreensível. Continuei sofrendo por mais de um ano. Recebia analgésico, pois os médicos me consideravam um caso perdido ou nunca acreditaram em uma recuperação. Eu tinha uma palidez mortal, pois não conseguia mastigar, nem engolir alimentos sólidos. Piorava a olhos vistos e todos contavam com minha morte. Entretanto, o que aconteceu foi bem diferente.

Alguém me trouxe o livro sobre alimentos crus e comecei imediatamente com suco de hortaliças, no lugar das sopinhas de antes. Sem anestésico, era impossível suportar as dores. Comecei a fazer compressas com folhas de couve e, vez por outra, com argila, o que aliviava bastante as dores e, às vezes, até as eliminava.

Hoje, após 8 meses de suco cru, depois também de bananas e outras frutas e hortaliças, preparadas no liquidificador, o câncer desapareceu e o tumor sumiu completamente. O fato de não conseguir falar, mastigar e engolir direito é resultado das queimaduras que sofri com aquelas absurdas radiações. Até os dentes do maxilar inferior foram queimados e quebraram na raiz, enquanto os dentes do maxilar superior continuam normais. Os músculos também foram queimados e ficaram paralisados, de forma que só consigo abrir a boca 1 cm. Aquelas radiações e a habilidade dos médicos estragaram tudo. Agradeço principalmente ao bom Deus pela alimentação saudável. E. A., Berna (Suíça).

24. Câncer de intestino

Este testemunho é interessante porque ele estava condenado à morte e descobriu sozinho, já em 1931, como curar o câncer pela alimentação. Após a sua recuperação, ele viveu mais 70 anos e morreu com quase 100 anos de idade. Recebi este testemunho quando o Sr. E. já tinha 91 anos. Ele é um exemplo para aqueles que acreditam que nada podem fazer para chegar a uma idade avançada — que é coisa do destino ou a vontade de Deus.

Em fins de 1930, notei a presença de sangue nas fezes. O médico constatou câncer no intestino. Consegui encontrar literatura sobre essa doença, que reforçou minha suspeita sobre a relação com alimentação errada. Naquela época, comia demais e pesava 81 kg. O sangramento aumentava cada vez mais, de modo que outro médico diagnosticou câncer em estágio avançado. Indicaram operação imediata, mas eu decidi de outra forma.

Comecei com um jejum de sete dias. Depois, passei a me alimentar diariamente, durante um ano inteiro, da seguinte forma: pela manhã, dois punhados de espinafre neozelandês bem picado ou outras folhas verdes. Misturava as folhas com três colheres de sopa cheias de linhaça amolecida e triturada. Comia isso três vezes ao dia, acompanhado de um pouco de salada de beterraba, e sempre tinha um pedaço de alcaçuz na boca. Quando sentia sede, tomava um gole de chá de ervas, feito com urtiga, cavalinha e folhas de trevo do campo. Toda semana jejuava de sábado até segunda-feira de manhã. Em pouco tempo meu peso caiu de 81 kg para 55 kg. Apesar das muitas advertências, aguentei firme um ano inteiro e consegui manter meu emprego como chefe da estação de trem.

Meu sangramento foi diminuindo e cessou completamente após três meses. Os meus colegas de trabalho morreram há mais de 20 anos. De 15 colegas, 11 morreram de câncer e nove não passaram dos 50 anos. Eu já estou com 91 anos e não tive nenhuma doença em todos esses anos. Claro que continuei comendo cru. J. E., Zurique (Suíça).

38.  Melanoma com metástase

A alimentação crua é a coisa mais maravilhosa deste mundo. Há dez anos sou crudívora. Consegui curar-me de um melanoma com metástase. A. B., Kaufdorf/Bern (Suíça).

41.  Um louvor ao suco de cenoura

Uma freira descreve a cura de um câncer: "Há sete semanas eu visitava, duas vezes por semana, um senhor de 78 anos que tinha câncer de intestino. Após uma cirurgia, ele perdeu as esperanças, porque o câncer e dores voltaram após algum tempo. Ele resolveu, então, seguir uma alimentação viva à base de suco de cenoura. Todas as manhãs, sua esposa lhe preparava cerca de 700 ml de suco fresco de cenoura com hortaliças. Ele o tomava durante o dia com um pouco de chá de ervas. Quatro semanas depois, já estava sem dores, a ponto de conseguir dormir sem tomar narcóticos. Tudo vai indo muito bem." H. Z., Hennef (Alemanha).

79. Câncer

Minha mulher deveria ser operada em 15 dias e receber, a seguir, 32 aplicações de radioterapia. Entretanto, ela preferiu testar primeiro a alimentação crua. Desde o dia em que mudou sua alimentação, o câncer não cresceu mais. Portanto, não corríamos riscos, não havia "tarde demais". Seguindo exatamente as instruções, ela obteve 100% de êxito. Agradecemos a Deus, que dotou nossos alimentos naturais de poder curativo. A. B., Essüngen (Alemanha).

89.   Próstata curada

Cheia de gratidão, tomo a liberdade de comunicar que meu marido se recuperou. Há um ano ele segue a alimentação crua e o médico não achou mais nada que justifique uma operação de próstata. Imaginem a nossa alegria. K, S., Ditzingen (Alemanha).

92.  O pão integral — um obstáculo

Somente depois de abolir o pão integral, de que tanto gostava, e passar a comer exclusivamente alimentos crus, o meu problema de próstata sarou imediatamente. W. H., ZUrich (Suíça).
 

* Texto extraído do livro Saúde para você - Ernst Günter, editora TAPS. Ernst Günter morreu em março de 1990, após completar 80 anos. Ingeborg Günter, sua filha procura dar continuidade à obra por ele iniciada. 

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações, citada a autoria e a fonte www.docelimao.com.br

Leia também: Sucos de Luz do Sol

Alimentação Desintoxicante x Doenças

Assista ao vídeo: Vídeo - Como preparar o Suco da Luz do Sol

 

Confira na AGENDA sobre nossos cursos, palestras e oficinas da Alimentação Crua e Viva. 

Recomenda-se também a leitura dos livros O poder de cura do LimãoA importância da LINHAÇA na saúde e Alimentação Desintoxicante - editora Alaúde, Mente e Cérebro poderosas - editora Pensamento-Cultrix. 

Siga-nos no Facebook