O que é a alimentação crua e viva?

Alimentação viva passa inevitavelmente pelo crudivorismo, mas vai além quando faz uso constante de sementes germinadas e brotos, ou seja, alimentos vivos.

Em comum o conceito da economia energética, porque os alimentos vegetais vivos e crus, da forma como são ofertados pela mãe natureza (frutas, folhas, raízes, brotos e sementes germinadas) são certamente os alimentos que exigem o menor trabalho digestivo.

O motivo? Eles já trazem em sua composição as enzimas específicas para digeri-los, as vitaminas e sais minerais para serem rapidamente assimilados.

Além disso, tais alimentos, in natura, íntegros, maduros e frescos, são dotados de extraordinárias propriedades despoluidoras, ou seja, depurativas, desintoxicantes. Sua riqueza em fibras e água vitalizada, assegura uma verdadeira "faxina" no tubo digestivo, levando embora, junto com as fezes e demais formas de excreção, uma grande quantidade de toxinas e resíduos: alívio e leveza!
 

O que dizem as pessoas que praticam a alimentação viva?

Assista ao vídeo abaixo:

 

 

 

Torne-se assinante e dê o primeiro passo. Clique aqui

 

Abaixo, uma coletânea de textos para você se aprofundar: